Castelhano ou espanhol?

by admin on junho 28, 2012

castelhano-espanholPor: Renata Raulino - Muita gente pensa que espanhol e castelhano são línguas diferentes, mas isso não é verdade. De acordo com o Diccionario de la Real Academia Española, as palavras são sinônimas, isto é, designam o mesmo idioma. Entretanto, essas palavras surgiram em épocas diferentes e pode-se preferir falar um termo que designa a língua em detrimento do outro por razões políticas. Castelhano referia-se à língua do reino de Castela, na Idade Média, quando a Espanha que conhecemos hoje não existia. O país começou a se consolidar a partir do século XIII e impôs a sua língua aos outros territórios da região que hoje formam a Espanha. Por causa dessa liderança, o castelhano, um dialeto derivado do latim, é adotado como língua oficial do novo país em 1492, ano em se unifica os reinos que correspondem à Espanha atual. Nesse ano também, Cristovão Colombo, patrocinado pelos reis Isabel e Fernando da Espanha, descobre o continente americano.

A preferência por castelhano ou espanhol é aparentemente política. Um argentino pode dizer que fala castelhano, pois o termo espanhol remete ao período de domínio da Espanha sobre a América.

Castelhano, um dialeto derivado do latim

Na Espanha, a denominação do idioma como espanhol costuma gerar situações conflituosas. A Constituição Espanhola de 1978 dá liberdade para que suas comunidades autônomas escolham mais um idioma oficial para a sua região, além do espanhol ou castelhano. Portanto, na Espanha existem cinco idiomas oficiais: espanhol ou castelhano, vasco ou euskera, galego, catalão e valenciano. Na Catalunha e no país Vasco, por exemplo, o catalão e o vasco ou euskera, respectivamente, são idiomas falados no dia-a-dia, ensinado nas escolas, e veículo de informação na imprensa. Portanto, esses idiomas são tão espanhóis quanto o espanhol ou castelhano.

Portanto, essa preferência por um ou outro termo reflete a quantidade de diferentes culturas que a língua espanhola veicula. Assim como os brasileiros não falam como os portugueses, existem variações no modo de falar dos diferentes povos que falam espanhol. Entretanto, a ortografia e as normas gramaticais asseguram a unidade da língua e as diversas Academias de Língua Espanhola são responsáveis por isso.

 

Leave a Comment

Anterior: